Comece já a ganhar dinheiro no YouTube

Não é segredo para ninguém que o mercado de afiliados online cresce a cada dia. Segundo uma recente pesquisa, o mercado de afiliados online cresceu mais de 25% no último ano e movimentou 15 milhões de reais. Ainda segundo reportagem da revista de circulação nacional “Exame”, o Brasil tem 122 milhões de usuários da internet, ou seja, gente tem para vender o produto.

Neste artigo vou apresentar dicas para você começar a gravar vídeos para o seu canal juntamente com ferramentas de auxílio, pois uma das formas mais eficaz de começar a ganhar dinheiro como afiliado online é gravando vídeos para o YouTube e tornando-se uma autoridade no assunto.

Gravar vídeos não é um “bicho de sete cabeças”

Com o crescimento deste mercado de afilados uma cadeia de serviços também cresceu como a procura por plataformas para fazer um site e/ou blog, design e redatores e agências especializadas em otimização, SEO, gestão de mídias sociais, entre outros serviços.

Uma das maneiras mais indicadas para um afiliado de marketing digital formar sua audiência é por meio do YouTube. Porém, algumas pessoas só de pensar em gravar um videozinho no celular já começam a tremer as pernas.

O que vou destacar aqui vai ser o básico. Mas já vai dar pra você, que nem se imagina conversando com uma câmera, desempacar. Vamos lá:

Local e hora ideal para gravação

A primeira dica é você fazer o vídeo em um local tranquilo onde só você esteja. E escolha uma hora bem sossegada. Não adianta se trancar no quarto para querer gravar o seu vídeo, mas lá fora há crianças correndo, o cachorro latindo e o vizinho gritando.

Se puder, neste primeiro vídeo, espere a madrugada ou acorde bem cedo. Vá para um lugar bem tranquilo. Deixe avisado para os seus familiares que, se porventura acordarem também, não o incomode.

Converse com a câmera ou celular

Isso mesmo que você leu. Converse, literalmente, com a câmera ou celular que você vai utilizar para gravar seu vídeo. Pense comigo; o que vale mais: manter-se numa postura “normal” e vergonhosa, esquecer essa história de “conversar” com o celular ou câmera e continuar sem grana ou dar uma de “maluco” e começar a ganhar dinheiro com sua loucura? Eu fico com a segunda opção. Aliás, já faço isso há muito tempo.

Essa é uma técnica que eu utilizei muito no rádio e, posteriormente, até na TV. Apesar de sempre ter tido facilidade de falar em público, na frente das câmeras ou diante de um microfone, eu imaginava (literalmente) que o microfone era o meu melhor amigo e conversava com ele.

Quando fazia o programa com colegas, ou eles se assustavam ou caiam na gargalhada. Quando estava sozinho, o microfone era até uma espécie de “companheiro”.

Você é livre para errar até acertar

Faça o mesmo com o celular ou câmera que você vai gravar. Crie essa intimidade. Com o tempo isso vai se tornar natural. Você é livre! Se quiser, dê um nome para o aparelho. Brinque! Ria de si mesmo com os erros de gravação. Repito mais uma vez: você é livre!

Outra dica é fechar os olhos antes da gravação, visualizar alguém com quem você tem muita afinidade e começar a “conversa”. Com o tempo a coisa fica tão natural que essa conversa será com as pessoas que estarão assistindo seu vídeo.

Direcione a mensagem no singular

Atenção: sempre direcione seu discurso no singular, ou seja, no vídeo fale “você” e não “vocês”. Exemplo: “Olá minha amiga, hoje tenho uma novidade pra VOCÊ que tenho certeza que VOCÊ vai adorar”. Isso é um gatilho mental. Faz com que a pessoa do outro lado da tela sinta que o vídeo foi feito só pra ela.

Essa técnica não é nova. Pelo contrário. É oriunda do rádio. Vem daqueles locutores de AM que diziam: “Bom dia pra você, dona Maria, mais uma semana começando. E então como foi o final de semana? Você…”

Por incrível que pareça mesmo a ouvinte não chamando “Maria” ela pensava que locutor estivesse falando só com ela. Quantas vezes vi minha avó conversar e até discutir com o rádio.

Você (viu VOCÊ) precisa adaptar este mesmo conceito na hora de gravar um vídeo. É infalível

Grave quantas vezes for necessário

Quando você for gravar o seu primeiro vídeo, reserve um bom tempo, no mínimo uma hora. Se você trabalha recomendo que grave seu vídeo no final de semana, pois não haverá preocupação com o horário.

Neste primeiro vídeo grave quantas vezes forem necessárias. Uma, duas, dez, vinte, cinquenta vezes. Só você verá mesmo, não é?

Não seja tão rígido com você. É seu primeiro vídeo. Mesmo que você engasgue um pouco, erre algumas palavras, de algumas gaguejadas, isso não é o mais importante. Deixa até o vídeo mais natural. A internet é assim. O mais importante é passar a mensagem de forma clara e objetiva.

Tenha ajuda de uma dália

Dália? A flor? Pra animar o local da gravação? Pode até ser, mas dália aqui significa uma ferramenta muito simples que vai te auxiliar muito na gravação de vídeos.

Consiste em marcar em uma cartolina os tópicos do que você irá abordar no vídeo.  Pode parecer muito simples e até bobo, mas a dália é ainda muito utilizada na televisão. Um exemplo é Sílvio Santos que faz o seu programa quase todo com o auxílio de dálias.

Use ferramentas especializadas

Caminhar sozinho nunca é bom. Não há aquele ditado: “toda ajuda é válida”. Se puder fazer um investimento, não pense duas vezes, pois o retorno é certo. Neste começo conte com o auxilio especializado. A Agência H1 Code oferece uma gama de serviços a você. Otimização, SEO (extremamente importante para ranquear seus vídeos), gestão de suas mídias sociais, identidade visual e toda estrutura de marketing digital. Faça agora seu orçamento. E comece a ganhar dinheiro!

 

Por Bruno Pazzini

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *