Negócios online: uma saída para o desemprego

Não é segredo para ninguém que o Brasil está afundado em uma crise econômica há muito tempo. Foram anos de recessão, o que gerou muito desemprego, cerca de 13 milhões de pessoas sem trabalho. A partir de 2017 a economia, pelo menos, parou de diminuir. Estagnou. Mas, na contramão da crise, estão os negócios online. Esse campo de trabalho, ao contrário de toda economia, só cresce.

Um mercado em crescimento

De acordo com estudos bem recentes realizados por empresas especializadas em acompanhar os números dos negócios digitais no Brasil, esta forma de se trabalhar cresceu nada menos que 12,1% em um ano. O montante de recursos gerados foi de 24 bilhões de reais, só no primeiro semestre. Os dados foram apresentados no 38º Webshoppers Ebit/Nielsen.

Neste link você confere uma reportagem completa de poucos dias atrás, da revista “Exame”, sobre o evento e também todo o cenário do mercado de negócios online do Brasil.

Saída para o desemprego

Diante dessa realidade podemos constatar duas coisas: uma saída para o desemprego é começar um negócio online. Evidente que, para isso, precisa-se mudar muita coisa em sua rotina.

A primeira coisa que precisa mudar é a sua mente. O que especialistas chamam de “mindset”, ou seja, sua configuração mental.

Elimine as crenças limitantes

Apesar do grande crescimento dos negócios online, muitas pessoas ainda possuem cresças limitantes sobre trabalhar na internet. Ou a pessoa pensa que internet é algo artificial, só pra saber as notícias, fofocas e navegar no Facebook, Instagram ou Whatsapp.

Já há outro grupo que tem a crença limitante de que não é capaz de trabalhar na internet por supor que é muito difícil, que é a coisa só pra gente formada na área.

É preciso mudar a mentalidade. Há ferramentas que podem ajudar neste processo, como cursos online voltados exclusivamente para essa mudança mental. Mas, no próprio YouTube, há muito material gratuito disponível.

Ofereça suas habilidades na internet

Um começo pode ser você oferecer suas habilidades na internet. Você pode começar da forma mais simples e sem gastar nenhum tostão: utilizar as redes sociais.

Suponhamos que você tem a habilidade de eletricista e exerceu durante muitos anos essa profissão dentro de uma fábrica. De repente foi demitido por conta da crise. E agora?

Em vez do desespero, encare como uma oportunidade de mudança de vida. Agora, você está com “a faca e o queijo na mão”. Utilize toda a experiência adquirida em dez, quinze anos de trabalho em uma conceituada indústria e ofereça o seu serviço para as pessoas.

E, no caso de eletricista, não é um mercado saturado. Há pessoas que precisam de reparos básicos em casa. Existe gente que não sabe trocar uma resistência de chuveiro. Aproveite este nicho de mercado.

O principal você tem: aptidão e clientela. Agora é só divulgar para as pessoas que você tem essa habilidade. E, para começar, conte com as pessoas mais próximas de você. Com toda certeza um amigo do Whatsapp vai confiar muito mais em você do que um estranho, ainda mais pra entrar em casa.

Ação, integração e atitude

Este exemplo do eletricista pode ser adaptado para qualquer área. Para começar seu negócio online você deve saber utilizar as ferramentas disponíveis de forma correta.

Primeiro é preciso saber quais são essas ferramentas que irão te auxiliar e potencializar seu negócio.

Vamos usar como exemplo o eletricista novamente: depois que você já atendeu alguns clientes do seu círculo familiar e de amizades, já tem, além de toda formação e experiência no mercado de trabalho industrial, fruto de trabalho oriundo da internet para mostrar para possíveis novos clientes. Portanto, chegou a hora de profissionalizar sua estrutura de trabalho online.

Montando a estrutura profissional na internet.

Essa estrutura consiste em: fazer uma fanpage (uma página de negócios no Facebook) e detalhar toda sua experiência, cursos de formação, depoimentos de clientes, fotos de seus trabalhos. Você poderá fazer isso também no  Instagram.

Além disso, é preciso fazer o “cartão de visita” de todo profissional na internet: seu site. Mesmo com as redes sociais, o site é um instrumento muito relevante. No seu site você apresentará, com sua personalidade, tudo referente às suas habilidades, experiências e serviços que oferece.

Dentro do site você deve ter um blog com artigos específicos da área, no caso do nosso exemplo, sobre eletricidade. Mas, calma: caso você não saiba como escrever artigos, pode contratar um freelancer em plataforma especializadas. E, dependendo do tamanho e quantidade de artigos, não ficará muito custoso para você.

O conteúdo do seu blog, se estiver bem otimizado, fará com que seu site apareça entre os primeiros no Google sobre serviços de eletricista. E aparecer na primeira página do Google é meio caminho andado para fazer uma venda.

Busque ajuda profissional

É preciso investir na contratação de profissionais especializados para montar sua estrutura de negocio online. Lembre-se que se você souber plantar a semente agora, adubá-la corretamente, protege-la de pragas, vai ter uma bela colheita futuramente, ou seja, seu retorno financeiro até mais do que o esperado.

Há empresas especializadas em realizar toda essa estrutura. Nós, da H1 Code, podemos ajudar neste sentido. Entre nossos serviços estão a criação de sites, gestão de redes sociais, ferramentas de divulgação do ser serviço na internet utilizando as plataformas Ads (Google Ads, Facebook Ads) e otimização em SEO. Clique aqui e confira você mesmo.

Pra tudo há uma solução. Só não há para morte, já dizia o ditado. Já que o desemprego não é a morte, também possui uma solução e negócios online é uma ótima opção. Fica a dica.

1 comentário em “Negócios online: uma saída para o desemprego”

  1. Pingback: Dicas para estabilizar o seu negócio online - H1 Code - Blog

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *